25/04/2024 +55 (99) 9999-9999

Nordeste

Tabu: Treze não vence o Sousa no Marizão há mais de uma década

Por Agencia de Notícias ODIA1 08/04/2023 às 09:06:16


Um clube paraibano vai colocar seu nome na história do Campeonato Paraibano. As equipes de Sousa e Treze entram em campo neste sábado (8) na partida de volta da final da edição 2023. Em Campina Grande, no primeiro confronto, o Galo da Borborema venceu por 2 a 1 e saiu com vantagem pelo título.

Mas neste jogo da volta, o Sousa abre as portas do Marizão para a torcida lotar as arquibancadas e incentivar os jogadores em mais uma tentativa de virada no mata-mata. Para dar ainda mais otimismo para os torcedores, o retrospecto do Treze no estádio do Dino é bem ruim.

A última vez que o Treze conquistou uma vitória dentro do Marizão foi em 18 de fevereiro de 2010, há exatos 13 anos, quando bateu o Dino por 2 a 1, na primeira fase da competição.

De lá para cá, as equipes se enfrentaram em 15 oportunidades, entre jogos das fases iniciais e semifinal. O Sousa conquistou dez vitórias nesse período. Entre as mais recentes, teve a vitória por 1 a 0 na fase inicial desta atual edição e, no ano passado, o gol na prorrogação que eliminou o Treze antes da semifinal.

Por sorte, o Galo da Borborema não precisa vencer esse jogo, basta um empate para levantar e soltar o grito de campeão. Mas com um retrospecto de cinco empates nos últimos 13 anos, o Treze vai precisar quebrar os históricos para celebrar o 17º título paraibano.

Sousa
Líder da primeira fase do estadual, o Sousa fez uma campanha extremamente sólida, totalizando 20 pontos totais. A equipe iniciou a competição abaixo dos concorrentes, mas após vencer partidas importantes, saltou na tabela, assumiu a ponta e não deixou mais. Além disso, terminou as nove partidas com cinco pontos de vantagem para o segundo colocado.

Na semifinal, o Dinossauro precisou superar o Botafogo-PB, a principal equipe paraibana da atualidade. Mas enfrentou muitas dificuldades na primeira partida, onde saiu derrotado por 1 a 0 no Almeidão, com direito à reclamações de botafoguenses sobre a arbitragem. No Marizão, agora com árbitro FIFA, o time da casa atropelou o Belo por 5 a 1 e chegou na sua segunda final nos últimos três anos.

Treze
Diferente do Sousa, a campanha do Treze não foi assim tão eficaz. Mas com quatro vitórias, três empates e duas derrotas, a primeira fase foi muito regular, sempre ocupando as primeiras colocações. Apesar de ter vencido apenas o São Paulo Crystal entre os melhores posicionados do campeonato, as vitórias contra os três últimos colocados e outros empates impulsionaram o Galo.

Após os resultados surpreendentes da última rodada, o time de Campina Grande deixou de enfrentar o Nacional de Patos, subiu uma posição após a classificação do Botafogo-PB e definiu a semifinal contra o São Paulo Crystal. No primeiro duelo, o empate na reta final deixou o confronto aberto para que, no Amigão, o 1 a 0 fosse suficiente para a classificação do Treze.

Leonardo Abrantes – MaisPB

Comunicar erro
Comentários