25/04/2024 +55 (99) 9999-9999

Esporte/Cotidiano

Uber bane motorista após caso de racismo religioso em João Pessoa

A Uber anunciou nesta segunda-feira (01) a exclusão de um motorista de sua plataforma após acusações de racismo religioso.

Por Agencia de Notícias ODIA1 01/04/2024 às 18:38:52

Foto: Reprodução internet

A Uber anunciou nesta segunda-feira (01) a exclusão de um motorista de sua plataforma após acusações de racismo religioso. O incidente ocorreu quando o suspeito recusou-se a buscar uma passageira devido às suas vestimentas, desencadeando uma investigação do Ministério Público da Paraíba sobre a prática de intolerância religiosa por motoristas que utilizam o aplicativo em João Pessoa.

A vítima que é líder de religião de matriz africana denunciou o caso de discriminação

A denúncia surgiu após uma líder da religião de matriz africana candomblé relatar, por meio de uma matéria jornalística, o episódio de discriminação. Segundo a reportagem, uma integrante de um terreiro local solicitou um transporte via aplicativo, mas o motorista enviado enviou uma mensagem com teor racista religioso à usuária e cancelou a corrida. A denunciante, identificada como mãe de santo, afirmou que tal comportamento é recorrente e que decidiu expor o preconceito enfrentado pelos membros da religião.

Em nota, a Uber disse que não tolera discriminação

A Uber não tolera qualquer forma de discriminação e informa que a conta do motorista está banida da plataforma. Em casos dessa natureza, a empresa encoraja a denúncia tanto pelo próprio aplicativo quanto às autoridades competentes e se coloca à disposição para colaborar com as investigações, na forma da lei.

A Uber busca oferecer opções de mobilidade eficientes e acessíveis a todos. A empresa reafirma o seu compromisso de promover o respeito, igualdade e inclusão para todas as pessoas que utilizam o app.

Fonte: https://www.polemicaparaiba.com.br/

Comunicar erro
Comentários