24/06/2024 +55 (99) 9999-9999

O Dia Agora

Homem mata a ex e cita a bíblia como justificativa em, MG

Polícia Civil detalha feminicídio ocorrido em Juatuba, na região metropolitana de BH Na calada de uma sexta-feira, a tranquilidade de Juatuba, pequena cidade na região metropolitana de Belo Horizonte, foi abalada por um crime brutal.

Por Agencia de Notícias ODIA1 21/05/2024 às 22:58:42
Polícia Civil detalha feminicídio ocorrido em Juatuba, na região metropolitana de BH

Na calada de uma sexta-feira, a tranquilidade de Juatuba, pequena cidade na região metropolitana de Belo Horizonte, foi abalada por um crime brutal. Um homem de 47 anos foi preso pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) após ser suspeito de assassinar sua ex-companheira utilizando uma faca e uma enxada, em um ato brutal e premeditado.

O episódio lamentável ocorreu no dia 8 de abril, mas só agora veio à tona as motivações por trás do ato. Segundo investigações, o assassino teria utilizado um trecho bíblico para justificar seu ato de vingança, um detalhe que choca pela sua frieza e planejamento.

Entenda o caso
A vítima, uma mulher de 44 anos, foi brutalmente atacada logo após sair de casa para o trabalho. O ex-companheiro, que a monitorava incessantemente desde o término do relacionamento há oito anos, aproveitou o momento de vulnerabilidade para cometer o homicídio.

Após desferir um golpe de enxada, seguido por várias facadas, o suspeito tentou encobrir o crime arrastando o corpo para uma área próxima à linha do trem, com o intuito de simular um assalto. Este detalhe só reforça o nível de premeditação envolvido no assassinato.

Que evidências levaram à prisão do suspeito?
A investigação ganhou um novo rumo quando a PCMG descobriu que o suspeito escreveu na parede de sua residência o mesmo trecho bíblico encontrado destacado em uma Bíblia em sua casa. A proximidade entre a frase e o local do crime levantou suspeitas imediatas sobre o envolvimento do homem.

Além disso, objetos pessoais da vítima jogados ao longo da linha do trem e vestígios de sangue encontrados na residência do suspeito colaboraram para a formação do conjunto probatório que culminou na prisão preventiva do indivíduo, que agora se encontra à disposição da Justiça.

Comunicar erro
Comentários