24/07/2024 +55 (99) 9999-9999

Esporte/Cotidiano

21,6 milhões de brasileiros devem brincar festejos juninos e Rede Nord registra 100% de ocupação

Os festejos juninos em todo o Brasil se transformaram em um dos maiores eventos culturais, para alguns, até comparados com o período de Carnaval.

Por Agencia de Notícias ODIA1 24/06/2024 às 10:34:12

Foto: Governo Federal

Os festejos juninos em todo o Brasil se transformaram em um dos maiores eventos culturais, para alguns, até comparados com o período de Carnaval. Dados do Ministério do Turismo apontam que mais de 21,6 milhões de pessoas devem curtir os tradicionais festejos pelo Brasil, em especial, no Nordeste até o final de junho. Somente na Paraíba, a estimativa é de que cerca de 5 milhões de pessoas curtam as principais festas, entre elas as de Campina Grande, João Pessoa, Bananeiras e Patos.

Os números estão sendo comemorados pelos setores que trabalham diretamente com a prestação de serviços no Turismo. Na rede hoteleira de João Pessoa, por exemplo, a ocupação dos hotéis deve ser superior a 85%, conforme dados estatísticos da PBTUR (Empresa Paraibana de Turismo), mas alguns equipamentos na orla da Capital paraibana apontam lotação de 100% em suas unidades.

De acordo com Patrícia Cantalice, diretora da Rede Nord, todas as unidades de João Pessoa e Patos, na Paraíba, e a de Juazeiro do Norte, no Ceará, estão 100% lotadas nos finais de semana do período junino. "Não há vagas para este final de semana, mas temos uma lista de espera. Os números positivos estão na nossa previsão de meta, até porque, temos registrado médias altas durante todo o ano, um crescimento que mostra o feedback de nossos clientes, muitos deles, retornando para curtir as festas de São João', afirmou a executiva.

A diretora da Rede Nord disse que a sua equipe comercial já está trabalhando no sentido de negociar pacotes para o período de férias de julho – as reservas estão deixando todos muito otimistas – e pensando em estratégias para o final de ano. "Trabalhamos com metas e todas elas estão sendo superadas", pontuou a executiva, que revelou que a Nord está investindo em novos mercados, como Fortaleza (CE), Maceió (AL) e Petrolina (PE)

Assessoria

Fonte: https://www.polemicaparaiba.com.br/

Comunicar erro
Comentários