24/07/2024 +55 (99) 9999-9999

Esporte/Cotidiano

Celso Batista rechaça aliança do PSOL com PT e cobra Tárcio Teixeira por participar de plenária com Cartaxo: "Desrespeito"

Em entrevista à Rádio CBN João Pessoa nesta terça-feira (9), o pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Celso Batista (PSOL), falou sobre os diálogos que existem entre PSOL e PT para uma eventual aliança, o que retiraria sua pré-candidatura.

Por Agencia de Notícias ODIA1 09/07/2024 às 11:48:12

Foto: Polêmica Paraíba

Em entrevista à Rádio CBN João Pessoa nesta terça-feira (9), o pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Celso Batista (PSOL), falou sobre os diálogos que existem entre PSOL e PT para uma eventual aliança, o que retiraria sua pré-candidatura.

Para Celso, a situação é “tranquila” e ele acredita que seu partido continuará com sua pré-candidatura e futura candidatura.

“Enquanto a isso a gente está muito tranquilo. A pré-candidatura foi referendada pela Direção Municipal, há uma resolução do partido que o PSOL, diante de todo o seu histórico de participação de eleições, [dizendo] que é importante e fundamental a presença e participação do PSOL nas eleições de 2024 com a pré-candidatura de Celso Batista”, disse.

Celso disse que espera ter também o apoio do Rede Sustentabilidade, partido que integra a federação com o PSOL. Ainda, sobre alguns filiados do PSOL que defendem a aliança com o Partido dos Trabalhadores (PT) e apoio à pré-candidatura de Luciano Cartaxo (PT), Celso disse estranhar a atitude de Tárcio Teixeira, que participou de uma plenária do PT com esse propósito.

“Não há nenhum problema de o PSOL dialogar com partidos do nosso campo democrático. Agora, para nós e para mim em particular como pré-candidato, foi razão de surpresa ver o Tárcio Teixeira participando da plenária do PT”, iniciou.

“Não houve qualquer deliberação da federação PSOL/Rede para que ele participasse dessa plenária. Então ele vai precisar prestar esclarecimentos sobre esse comparecimento nessa plenária”, continuou.

“Além de ser um desrespeito, eu como pré-candidato, acho lamentável a postura que ele assumiu em ter participado daquela plenária”, finalizou.

Mesmo diante disso tudo, Celso Batista disse que vai batalhar internamente para que o PSOL mantenha sua pré-candidatura e não anuncie apoio a Luciano Cartaxo.

Sobre integrar a chapa do PT, Celso disse que essa possibilidade é “muito remota”, tendo em vista que deve ser formalizada a escolha da esposa do ex-governador Ricardo Coutinho, Amanda Rodrigues, para integrar a chapa como vice.

Fonte: https://www.polemicaparaiba.com.br/

Comunicar erro
Comentários