Banner1

Morre jornalista, radialista e advogado paraibano Otinaldo Lourenço, aos 86 anos

O jornalista, radialista e advogado Otinaldo Lourenço de Arruda Melo, de 86 anos, morreu neste sábado (13) depois de complicações provocadas pelo coronavírus. O [...]

Por Agencia de Notícias ODIA1 em 14/02/2021 às 10:51:56

O jornalista, radialista e advogado Otinaldo Lourenço de Arruda Melo, de 86 anos, morreu neste sábado (13) depois de complicações provocadas pelo coronavírus. O Sindicato dos Jornalistas da Paraíba e o Governo do Estado divulgaram nota de pesar.

“Uma das lendas do radiojornalismo paraibano”, diz o sindicato. “Otinaldo foi um mestre que conseguiu unir qualidade e popularidade. Responsável pela modernização da Rádio Arapuan, imprimiu na grade de programação da emissora um estilo que lembrava a BBC de Londres e ao mesmo tempo agradava o gosto mais popular”.

O sindicato encerra o texto lembrando que Otinaldo é uma “referência no jornalismo, intelectual respeitado e um apaixonado pelas ondas hertzianas, se despediu no Dia do Rádio, uma de suas grandes paixões e à qual deu inestimável contribuição”.

O governador João Azevêdo lamentou o falecimento do jornalista. “Ele implantou o jornalismo e o setor de esportes da rádio Tabajara”, disse o governador.

Entre os anos 1950 e 1970, Otinaldo Lourenço provocou uma verdadeira revolução no rádio paraibano com uma nova maneira de se fazer jornalismo neste veículo, mais precisamente na Rádio Arapuan, a qual comandou por vários anos.

Entre os programas que criou, estão Mesa de Redação, Jornal Sensacional, Antena Política, Dramas e Comédias da Cidade e Plantão Arapuan.

“Neste momento de profundo pesar, o governador João Azevêdo expressa sua solidariedade aos familiares e amigos de Otinaldo Lourenço, cuja perda deixará uma lacuna no meio jornalístico e radiofônico da Paraíba”, divulgou o Governo do Estado, em nota.

“Nossos sinceros sentimentos à família, amigos e admiradores de Otinaldo Lourenço. Um nome que na vida e na morte se confunde com a história do nosso rádio”, finalizou o governador.

Até o fechamento desta matéria, não havia detalhes sobre velório e sepultamento.

Fonte: Portal Correio

Comunicar erro
Banner2

Comentários

Banner 3