20/05/2022 +55 (99) 9999-9999

O Dia Agora

Produtos confeccionados por reeducandos estão disponíveis no 33° Salão do Artesanato Paraibano

Por Agencia de Notícias ODIA1 15/01/2022 às 15:55:20
Clique para exibir o slide.

Na tarde dessa quarta-feira (12), foi realizada a abertura da 33ª edição do Salão do Artesanato Paraibano, na orla de Cabo Branco, em João Pessoa. O evento que vai até dia 6 de fevereiro, possui expectativa de um público estimado em 100 mil pessoas. Nesta edição, o tema do Salão é “Toda Arte que Vem do Mar”, em homenagem às artesãs que trabalham com matérias-primas do ambiente-marinho, a exemplo de escamas de peixe e conchas de marisco.
A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária da Paraíba (Seap) está presente exibindo e comercializando os produtos confeccionados no interior das unidades prisionais pelos reeducandos do sistema penitenciário da Paraíba.
Nesta edição a Seap foi contemplada com dois stands em locais estratégicos e com espaços amplos, permitindo uma maior visibilidade para os produtos que vieram de todo o estado. Um stand foi destinado para diversos objetos como bonecas, bolas, sandálias, vassouras de materiais reciclados, molhos de pimentas em conservas, luminárias e outros objetos de madeira e corda, além de suporte de vinho e plantas confeccionados de macramê e peças de renda e couro. O outro stand ficou específico para os produtos da marcenaria rústica fabricados pelos reeducandos de São João do Cariri e Sousa.
Segundo o Gerente de Ressocialização João Rosas, pela primeira vez os privados de liberdade que estão no regime semiaberto puderam participar contribuindo com a mão de obra da montagem de toda a estrutura e manutenção do local, o que é uma oportunidade dos reeducandos contribuírem com a sociedade e com os órgãos públicos nesse processo de reinserção social.
Prestigiaram os stands o Governador do Estado João Azevedo e a Primeira Dama Ana Maria Lins, além do Deputado Wilson Filho e o Secretário de Estado de Comunicação Nonato Bandeira que na ocasião adquiriram produtos dos stands, parabenizando a qualidade dos itens. Em breve todos esses reeducandos envolvidos nos projetos serão habilitados para que tenham a carteira nacional do artesão em suas respectivas áreas.
O Secretário Sérgio Fonseca ressaltou a importância dessa participação no Salão do Artesanato Paraibano “É um projeto que contempla centenas de reeducandos que participam dessas atividades produtivas nas unidades prisionais do nosso estado. Mais um incentivo e fortalecimento dessa política de reinserção social que o Governo do Estado através da Seap vem proporcionando para a população privada de liberdade. Uma valorização da nossa cultura e o fortalecimento das atividades artesanais.”

Fonte: https://www.polemicaparaiba.com.br/

Comunicar erro
Comentários